Top 20 Itália

Atendendo sugestões, dessa vez os meus filmes italianos favoritos, novamente limitando dois títulos por diretor (até porque se não fosse assim metade dessa lista seria formada por Visconti e Rossellini).

01. Morte em Veneza (Luchino Visconti, 1971)
02. Viagem a Itália (Roberto Rossellini, 1953)
03. Três Homens em Conflito (Sergio Leone, 1967)
04. Rocco e Seus Irmãos (Luchino Visconti, 1960)
05. Profissão: Repórter (Michelangelo Antonioni, 1975)
06. Quando Explode a Vingança (Sergio Leone, 1971)
07. Europa 51 (Roberto Rossellini, 1952)
08. O Ciclo do Pavor (Mario Bava, 1966)
09. A Primeira Noite da Tranquilidade (Valerio Zurlini, 1972)
10. Dois Destinos (Valerio Zurlini, 1962)
11. O Eclipse (Michelangelo Antonioni, 1962)
12. De Punhos Cerrados (Marco Bellocchio, 1965)
13. A Hora da Religião (Marco Bellochio, 2002)
14. Os Boas Vidas (Federico Fellini, 1953)
15. Lisa e o Diabo (Mario Bava, 1972)
16. Profondo Rosso (Dario Argento, 1975)
17. O Vingador Silencioso (Sergio Corbucci, 1968)
18. A Comilança (Marco Ferreri, 1973)
19. Um Dia Muito Especial (Ettore Scola, 1977)
20. Uma Simples Formalidade (Giuseppe Tornatore, 1994)

Anúncios

9 Respostas para “Top 20 Itália

  1. “Europa 51” me marcou profundamente, é maravilhoso contemplar uma realidade nem tão distante. “A Estrada da Vida” de Fellini é brilhante e creio que se enquadraria na sua lista bem selecionada. Parabéns pelo seu incansável conhecimento !

  2. Europa 51 é de um humanismo sem paralelo na história do cinema. Na verdade, adoro todos os filmes da fase do Rossellini com a Ingrid Bergman, é bem capaz de ter sido o apogeu do cinema mundial como um todo em qualquer época.

    A Estrada da Vida é um belo filme sim, mas geralmente Fellini não me diz tanto como outros cineastas que adoro.

  3. Eu substituiria o Profissão: Repórter pelo Blow Up (amo esse filme que, aliás, foi o responsável pela minha eterna admiração pela fotografia). No restante, destaco Europa 51 e Morte em Veneza, clássicos eternos da terra da mona lisa.

  4. Roberto, Blow-Up também é o meu preferido do Antonioni (junto com o próprio Profissão: Repórter), mas só não o citei na lista porque é de nacionalidade inglesa, não italiana.

  5. Bela lista, que me obriga a ir atrás de alguns que ainda não vi (Europa 51, Hora da Religião).
    O do Bava não consegui identificar.

    Qual será o país da próxima lista? Alemanha?

    Um abraço.

  6. Sergio, Bellocchio quando em forma seus filmes são fundamentais.

    O do Bava é o Operazione Paura.

    Hehe não sei se haverá outra lista por país, até por não ter visto tantas coisas de outras cinematografias…

  7. A Primeira Noite da Tranquilidade é um dos filmes da minha vida. E gostei também de A Comilança ae.

    Visconti me dá sono…

    E A Doce Vida é que é o maior do cinema.

  8. Zurlini é quase todo genial. Já o Ferreri preciso assistir mais.

    Os Boas-Vidas é melhor, quase um precursor do próprio A Doce Vida, com praticamente o mesmo personagem principal, só que no interior da Itália, antes de partir para a cidade grande e sem muito do “estilo” posterior de Fellini. É apenas grande e maravilhoso cinema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s