Tops 1960/1961

Como não venho postando na frequência que gostaria, decidi começar uma série de Top 10, de 1960 em diante, uma idéia que eu vinha pensando para o rate your music, mas que resolvi trazer para cá.

O objetivo é mapear o que de melhor se fez em cada ano, dentro do meu gosto particular e entre os filmes que pude assistir, e o mais importante que é me obrigar a ver logo muitos dos filmes que tenho cópia e que até agora não assisti. Poderia ter começado na década de cinquenta (ou antes), só que ali o número de grandes filmes que ainda não conheço é bem maior, portanto, é preferível iniciar nos sessenta mesmo.

Ainda não sei ao certo a frequência com que as listas aparecerão, acredito que ao menos uma ou duas por semana, no mínimo. E sempre que possível tentarei evitar casos de empates nos tops publicados, mas vez ou outra eles se tornam inevitáveis (como na lista de 61, na qual não consegui me decidir entre os dois que ficaram por último).

1960

01. Rocco e Seus Irmãos (Luchino Visconti)
02. A Tortura do Medo (Michael Powell)
03. Os Mil Olhos do Dr. Mabuse (Fritz Lang)
04. O Mensageiro Trapalhão (Jerry Lewis)
05. Psicose (Alfred Hitchcock)
06. Os Olhos Sem Rosto (Georges Franju)
07. Juventude Desenfreada (Nagisa Oshima)
08. Mulheres Fáceis (Claude Chabrol)
09. A Aventura (Michelangelo Antonioni)
10. Dia de Outono (Yasujiro Ozu)

1961

01. Ano Passado em Marienbad (Alain Resnais)
02. Todos Porcos (Shohei Imamura)
03. Viridiana (Luis Buñuel)
04. Os Inocentes (Jack Clayton)
05. Desafio a Corrupção (Robert Rossen)
06. A Lei dos Marginais (Samuel Fuller)
07. O Terror das Mulheres (Jerry Lewis)
08. Lola, a Flor Proibida (Jacques Demy)
09. A Noite (Michelangelo Antonioni)
10. A Moça com a Valise (Valério Zurlini) + Clamor de Sexo (Elia Kazan)

Anúncios

2 Respostas para “Tops 1960/1961

  1. Beleza de tops, com Jerry Lewis super-superestimado. hehe

    Não sabia que você tinha visto Desafio a Corrupção, filme genial mesmo.

    1960: A Doce Vida
    1961: A Noite

  2. Jerry Lewis era um cineasta genial, se bobear foi o melhor diretor americano na primeira metade dessa década.

    E não espere muitos Fellini nessas listas hehe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s