O Artista (Michel Hazanavicius, 2011)

Uma falácia que se pode cometer é afirmar que O Artista é um filme mudo ou que assimila muito bem o estilo das produções daquela época. O trabalho de Michel Hazanavicius é fazer um filme sem falas e em preto-e-branco que incorpora macetes do período silencioso transformando-os em cacoetes e maneirismos na tela. Tudo tão artificial quanto insípido. Não no sentido de ser insuportável, pois se tolera a proposta sem nenhum entusiasmo, visto que O Artista continua sempre inofensivo. Mas não é cinema mudo. Não há um único plano dele que se assemelhe a estética do cinema mudo. Pois comparem com O Cavalo de Turim, que não tem muito mais falas que O Artista, mas a questão nem é da ausência de diálogos, mas da textura de suas imagens, de seus planos cinematográficos. O Cavalo de Turim acreditar-se-ia rodado em 1927 só de ver muitas de suas imagens, diante de O Artista não é dificil perceber que se trata apenas de um filme contemporâneo sem cores. Poderia ser um quadro do Fantástico ou um especial de TV. O do Bela Tarr não, é o que poderiamos pensar como o mais próximo de cinema mudo mesmo, como pode ser percebido nas imagens incluidas nos links abaixo:

1
2
3
4
5
6

Anúncios

2 Respostas para “O Artista (Michel Hazanavicius, 2011)

  1. Difícil entender como a academia pode premiar um filme como esse, preterindo obras como “Hugo”, “A árvore da vida”, ou até mesmo o “Cavalo de Guerra” do Spilberg que ao meu ver são muito mais cinema, não que eu ache “O artista” ruim, no limite é um bonito filme, mas como cinema é bem insípido mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s