Os Mercenários 2 (Simon West, 2012)

expendables2
Os Mercenários 2, Simon West, 2012 **¹/²

Durante alguns anos Sylvester Stallone era cogitado por Quentin Tarantino para estrelar o seu sonhado projeto de filme de guerra que resultaria mais tarde em Bastados Inglórios, que sabemos não ter contado, afinal, com o velho astro dos filmes de ação. Era como se o primeiro Os Mercenários fosse por parte de Stallone uma resposta e tentativa de fazer seu próprio Bastardos à sua maneira, reunindo uma turma que lhe era próxima e trocando os Inglorious Bastards do título original do Tarantino pelos equivalentes Expendables (inclusive como ator Stallone em ambos Os Mercenários tem alguns dos cacoetes de Brad Pitt como lider do grupo em Bastardos). Mas sem a sofisticação de Tarantino, apenas com a selvageria. Uma espécie de El Dorado (o filme de Howard Hawks dos anos 60 que reuniu os heróis do western clássico então agonizante) na carreira de Stallone e seus co-protagonistas outrora ícones de ação, refazendo seu antigo estilo de maneira bem-humorada, com sinais de envelhecimentos e crepúsculos próximos para os protótipos que os tais personagens representam, sempre permeado por uma atmosfera de sátira, homenagem e releitura, desencadeando uma grande vulgarização dos temas antigos. Limitações e diferenças de época às partes, Hawks e Robert Aldrich certamente aprovariam. Não era filme de roteiro, mas de direção, e isso diz muito sobre Os Mercenários original (a carreira de Stallone como cineasta em seu conjunto − descontando algumas inúteis continuações de Rocky − é mais interessante do que parece à primeira vista), que grande parte do público julgou tosco mas cuja realização lembrava um bocado aquelas aventuras de guerra italianas dos anos 70/80 (Rambo II já tinha um pouco disso, não a toa dirigido por um italiano), que no cinema popular de lá sucederam os westerns spaghetti, que por sua vez sucediam os peplums (aventuras mitológicas feitas nos anos 50/60). Filmes que vão à selva na verdadeira acepção perigosa e romântica da palavra, filmes pantanosos, sem paisagens acolhedoras, o que se refletia em muitos dos planos concebidos por Stallone. De certa forma era um trabalho autoral (uma extensão de Rambo IV, pra ficarmos no filme anterior dele), que tanto agradou alguns quanto provocou rejeição em muitos. Já Os Mercenários 2 troca essa autoria de Stallone cineasta pela realização de um operário-padrão, que entrega um produto mais bem-feitinho com a marca Expendables (de certa forma, várias das continuações de Rocky e Rambo já eram assim), onde as coisas parecem estar mais no lugar, tudo é limpinho e a pirotecnica mais de acordo com a geração Bourne. Tirando uma ótima sequência de ação na abertura, o filme vive mais do excesso de referências e gracinhas cujo assunto o primeiro já esgotara, sendo este segundo somente um reencontro (ainda mais em forma de filme-pipoca que o primeiro) com os ícones que preencheram o imaginário de uma época.

Anúncios

7 Respostas para “Os Mercenários 2 (Simon West, 2012)

  1. Eu gosto do primeiro Mercenarios (ao contrario deste novo que me parece se apoiar puramente numa relação de fetiche do espectador com filmes de ação que ele faz referencia), mas acho que vale dizer que as sequencias de ação do primeiro filme já estavam bem proximas do filme de ação contemporaneo.

  2. O fetiche é mesmo mais forte nesse segundo (Chuck Norris, Schwarzenegger…), muito referencial e piadas as vezes cretinas pra invocar a nostalgia por uma época, o primeiro trabalhava melhor com essa relaçao.

  3. O afeto no primeiro me parece bem mais genuino e ele é pelos tipos que o Stallone colocava em cena e não por uma memoria cinefila. Alem disso a hora que se sente nostalgia pelos filmes do Chuckl Norris é a hora que fracamente a nostalgia cinefila passa do ponto para mim.

  4. Bem lembrado, olhando no IMDB ele transitou muito na Itália e na Inglaterra também, muitas vezes em co-produções.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s