Morte Sem Glória (Robert Aldrich, 1956)

attack

Attack, Robert Aldrich, 1956 ****

Os filmes de guerra de Aldrich mereciam ser agrupados e receberem estudos mais amplos (como já vem ocorrendo com alguma frequência com os que Samuel Fuller fez dentro do gênero). Estar na guerra em um de seus filmes equivale aos personagens experienciar na pele e colocar-se frente a peregrinações suicidas, uma corrida contra os ponteiros do relógio, com situações insanas em que o único heroísmo é a luta por sobreviver. O que resulta dentro da sua filmografia em algumas das cenas mais tensas do cinema americano, como o clímax de Too Late the Hero, ou Jack Palance em Attack lutando sozinho contra um tanque de guerra, e todo o seu solo de interpretação a seguir, formidável momento do ator (Palance talvez seja o ator que melhor completa Aldrich, por esse e outros trabalhos que realizou com o cineasta).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s